Como Aliviar as Dores e Evitar Lesões.

A importância de entender a dor
 
Por que eu sinto dor?
 
A dor pode ser diferente para cada um de nós, mas tem algo em comum: causa incômodo para todos. Se você sente dor, é bom compreender algumas características sobre ela.
 
É muito importante analisar o contexto em que a dor acontece. É fundamental se perguntar: você já sentiu essa dor antes? Você não está fazendo nada de novo e, ainda assim, nunca sentiu esta dor? Você tem plano de saúde? Você ouviu recentemente do seu médico que deveria tomar cuidado com as suas costas?
 
São muitos os fatores e as tarefas do dia a dia que podem estar causando a sua dor. Embora algumas dessas perguntas possam parecer bobas, o cérebro humano é complexo e pode considerar tudo isso no seu subconsciente.
 
Vamos supor que você perdeu recentemente o seu trabalho e, junto com ele, seu plano de saúde. Você pode estar maximizando a gravidade da sua dor, sem nem perceber.
 
Tipos de dor
 
Dor comum
 
É uma dor consistente, chata, normalmente um sinal do seu corpo que diz que tem algo errado e que você deveria se mexer mais. Um bom exemplo é a dor na lombar, que você talvez sinta depois de um dia longo no escritório.
 
Nosso corpo é feito para se mover. Se você não se exercita o bastante, ele vai alertá-lo, provavelmente através da dor.
 
Dor severa
 
É uma dor menos comum, intensa e terrível, que levaria você direto para a emergência de um hospital. É importante lembrar que as pessoas têm resistências diferentes para a dor. Duas pessoas podem ter a mesma intensidade de dor, mas não significa que vão senti-la da mesma forma.
 
Dor aguda
 
É uma dor mais específica e normalmente está relacionada a um trauma. Quando você torce o tornozelo, por exemplo, sente uma dor aguda. E embora não seja agradável de sentir, a dor acontece para proteger seu corpo. Ele está sinalizando que você deve imobilizar aquela região para que ela se cure. 
 
 
A dor é um sinal de alerta emitido pelo corpo. É como se fosse uma luz do painel do carro que acende quando algo está errado, precisa ser verificado e resolvido.
 
Muitas pessoas subestimam os sinais que o corpo dá, ignorando eles por completo ou resolvendo na base de analgésicos, sem receita médica.
Mas na maioria dos casos a dor piora e o problema aumenta. Mas agora você já sabe. Na próxima vez que sentir dor, pare o que está fazendo e busque entender os motivos.